Imprensa
Economia: Delícias Portuguesas ganha novo espaço

Delícias Portuguesas funciona agora também na rua General Osório, 759, próxima à rua General Netto, oferecendo os tradicionais doces portugueses e ampliando o cardápio de salgados, com caldos - verde, grão de bico com bacalhau e feijão - a partir de uma porção, explica a sócia-proprietária Maria Alzira Carreira.

...A marca já é conhecida dos visitantes das sucessivas edições da Feira Nacional do Doce (Fenadoce) e da clientela da loja que funcionou, durante todo o verão, no Shopping Mar de Dentro, no Laranjal, e o novo endereço, segundo Maria Alzira, veio atender a solicitação dos próprios fregueses. A loja foi aberta junto à fábrica, que já funcionava no segundo piso do prédio...

Estilo: Perfeitamente unido com a tradição

...O bem-casado da fábrica da Delícias Portuguesas segue à risca a receita trazida da região de Leiria, cidade de Porto de Móz, terra-natal de sua família que desembarcou em Pelotas há 44 anos. Na verdade, quem começou a fazer o doce foi sua mãe, dona Emília da Silva Lavrador que, por sua vez, aprendeu com a mãe, que aprendeu com uma tia e assim por diante. “A minha filha de 20 anos também ajuda, principalmente durante a Fenadoce, onde vendemos como água. É o nosso carro-chefe”, afirma.

Apesar da receita ser original, o bem-casado servido pela família Lavrador não tem o mesmo sabor do português. A culpa é dos ingredientes: o açúcar brasileiro é diferenciado e a farinha, mais densa que a portuguesa. Isso sem contar na umidade que também influencia na consistência do doce tornando-o mais macio, levemente umedecido. “É tão ou mais gostoso que o de lá”, compara...

Estilo: Povoadores

Ainda muito pequena, Alzira lembra que as dificuldades iniciais ficavam mesmo na cozinha. “Na terra natal, minha mãe Emília tinha todos os ingredientes à mão. Se fosse fazer o coelho era só pegá-lo, matá-lo e prepará-lo. Aqui não. Então, ela teve de se adaptar e comprar o produto”, admite. O mesmo ocorreu com os doces. Como alguns dos produtos eram bem mais caros, como a amêndoa para a fatia de Braga, o jeito foi improvisar com o coco. “Hoje a receita é a original”, destaca. A fatia de Braga e tantas outras especiarias compõem o doce cardápio da empresa Delícias Portuguesas.

Estilo: Mais delícias

Uma homenagem ao povo da Ilha dos Açores será prestada nesta Fenadoce com o lançamento do doce beijo de noiva. A ideia veio da filha de Portugal e pelotense por opção, Maria Alzira Rosa Carreira, das Delícias Portuguesas. Depois de dois anos com os pastéis de Belém, servidos quentes na hora, com caramelo e acompanhado de um vinho de Porto, a doceira pesquisou sobre o beijo de noiva e resolveu então fazê-lo para apresentar como novidade.